ARTIGOS
PRODUÇÕES DA REIPPE

ALFERES, Márcia Aparecida; MAINARDES, Jefferson. Formação Continuada de Professores Alfabetizadores: uma avaliação do Programa Pró-Letramento. Revista Meta: Avaliação, [S.l.], v. 4, n. 10, p. 1-27, may 2012. ISSN 2175-2753. Disponível em: http://bit.ly/39qcnhR

BATISTA, A. A. G.; MELLO, H. D. A.; FREITAS, P. F.; RIBEIRO, V. M.; GUSMAO, J. B.; BARRETTO, E. S.; LUGLI, R. S. G.; NOVAES, L. C.; ALTENFELDER, A. H. Currículos para os anos finais do Ensino Fundamental: concepções, modos de implantação e usos. Estudos e Pesquisas Educacionais, v. 5, p. 15-144, 2015. Disponível em: http://bit.ly/2MJ4wSF

BATISTA, A. A. G.; BARRETTO, E. S. S.; GUSMÃO, J. B.; RIBEIRO, V. M. Renovação dos documentos curriculares dos anos finais do ensino fundamental nos estados brasileiros: (2009-2014). Cadernos Cenpec, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 138-165, jul./dez. 2015. Disponível em: http://bit.ly/2SExp6k

CALDERON, A. I.; OLIVEIRA JUNIOR, R. G. Sistema de avaliação e rendimento escolar do Estado de São Paulo: Uma abordagem na linha do tempo. Pesquisa e Debate em Educação, v. 2, p. 62-77, 2012. 

Disponível em: http://bit.ly/39zPeJR

 

CALDERON, A. I.; RAQUEL, B. M. G.; CABRAL, E. S. O Prêmio Escola nota 10: meritocracia e cooperação para a melhoria do desempenho escolar. Ensaio (Fundação Cesgranrio. Impresso), v. 23, p. 517-540, 2015. 

Disponível em: http://bit.ly/2szIon9

CALDERON, A. I.; FEDRE, J. P. José Querino Ribeiro. O fayolismo na administração escolar e a defesa da eficiência dos serviços educacionais. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 32, p. 358-604, 2016. Disponível em: http://bit.ly/2QjJfRS

FERNANDES, F. S. A educação infantil na agenda: a definição da política pública. Cad. Retratos da Escola. 2017, v.11, n.20, p. 189-202. ISSN 2238-4391. Disponível em: http://bit.ly/36msPxE.

FERNANDES, F. S. Algumas reflexões em torno da análise epistemológica de políticas educacionais. Revista de estudios teóricos y epistemológicos en política educativa. 2018, v.3, p.1-19. ISSN 2409-3696. 

Disponível emhttp://dx.doi.org/10.5212/retepe.v.3.001

FERNANDES, F. S. Capacidade institucional: uma revisão de conceitos e programas federais de governo para o fortalecimento da administração pública. 

Cad. EBAPE.BR [online]. 2016, vol.14, n.3, pp.695-704. ISSN 1679-3951.  

Disponível em:http://dx.doi.org/10.1590/1679-395128311.

FERNANDES, F. S.; DOMINGUES, J. R. Educação infantil no estado de São Paulo: condições de atendimento e perfil das crianças. Educ. Pesqui. [online]. 2017, vol.43, n.1, pp.145-160. ISSN 1517-9702.  http://dx.doi.org/10.1590/s1517-9702201701155227.

FERNANDES, F. S.; GIMENES, N.; DOMINGUES, J. R. Mulheres e filhos menores de três anos: condições de vida. Cad. Pesqui. [online]. 2017, vol.47, n.163, pp.320-341. ISSN 0100-1574. http://dx.doi.org/10.1590/198053144175.

FRANCO, K. O.; CALDERÓN, A. I. O Simave à luz das três gerações de avaliação da educação básica. Estudos em Avaliação Educacional (Online), v. 28, p. 132-159, 2017. http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/eae/article/viewFile/3826/3345

GUSMÃO, J. B.; RIBEIRO, V. M. A política educacional do Acre e os resultados do Ideb. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos RBEP -INEP, v. 97, p. 472-489, 2016. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-66812016000300472&lng=pt&tlng=pt

KASMIRSKI, P.; GUSMÃO, J.; RIBEIRO, V. O Paic e a equidade nas escolas de ensino fundamental cearenses. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, Fundação Carlos Chagas, v. 28, n. 69, p. 848-872, set./dez. 2017. Disponível em: http://publicacoes.fcc. org.br/ojs/index.php/eae/ article/view/3761/3471

LOTTA, G. S. Agentes de implementação: uma forma de análise de políticas públicas. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, São Paulo, v. 19, n. 65, Jul./Dez. 2014.

MACHADO, C.; FREITAS, P. F. Gestão escolar e avaliação externa: Experiências de escolas da Rede Municipal de São Paulo. Revista Eletrônica de Educação (São Carlos), v. 8, p. 113-126, 2014. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar. br/index.php/reveduc/article/ viewFile/919/360

MAINARDES, J. A organização da escolaridade em ciclos no Brasil: uma análise de pesquisas sobre processos de implementação. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Porto Alegre, v. 24, n.1, p. 13-29, jan./abr. 2008. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/19236/11162

MARTINS, E. C. C.; CALDERÓN, A. I. Boas práticas escolares e avaliação em larga escala: a literatura ibero-americana em questão. Estudos em Avaliação Educacional (Online), v. 26, p. 264-293, 2015. http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/eae/article/view/3022

MARTINS, E. C. C.; CALDERON, A. I. Boas práticas e elevado desempenho escolar em contexto de vulnerabilidade social com referência aos resultados do IDEB. Educação em Debate (UFC), v. 38, p. 130-144, 2016.  http://www.periodicosfaced.ufc.br/index.php/educacaoemdebate/article/view/77

PAES DE CARVALHO, C.; OLIVEIRA, A. C. P.; LIMA, M. F. M. Avaliações externas: tensões e desafios para a gestão escolar. Estudos em Avaliação Educacional (IMPRESSO), v.25, p.50 - 76, 2014. http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/eae/article/view/2856

OLIVEIRA, A. C. P. Política pública e gestão escolar: um estudo de caso no Rio de Janeiro. Jornal de Políticas Educacionais, v.7, p.29 - 37, 2013.

https://revistas.ufpr.br/jpe/article/download/31530/23326

 

OLIVEIRA, A. C. P.; WALDHELM, A. P. S. Liderança do diretor, clima escolar e desempenho dos alunos: qual a relação? Ensaio. Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v.24, p.824 - 844, 2016. http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-40362016000400824&script=sci_abstract&tlng=pt

OLIVEIRA, A. C. P.; PAES DE CARVALHO, C. Gestão escolar, liderança do diretor e resultados educacionais no Brasil. Revista Brasileira de Educação, v.23, p.12 - , 2018. http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-24782018000100211&script=sci_abstract&tlng=pt

OLIVEIRA, A. C. P.; GIORDANO, E. O perfil dos diretores das escolas públicas no Brasil. EDUCAÇÃO ON-LINE (PUCRJ), v. 13, s. 27, p. 49-72, 2018. http://educacaoonline.edu.puc-rio.br/index.php/eduonline/article/view/376

OLIVEIRA JUNIOR, R. G.; CALDERON, A.  I. Sistema de avaliação de rendimento escolar do Estado de São Paulo: mapeamento e tendências temáticas da produção científica brasileira (1996-2011). Ensaio (Fundação Cesgranrio. Impresso), v. 22, p. 939-976, 2014.  http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v22n85/v22n85a05.pdf

RIBEIRO, VANDA MENDES. Que princípio de justiça para a educação básica?. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas. Impresso), v. 44, p. 1094-1109, 2014. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742014000401094&lng=pt&tlng=pt

RIBEIRO, VANDA MENDES. Um caminho metodológico para identificar redes de ensino mais justas na educação básica. Revista Brasileira de Sociologia, v. 4, p. 171-190, 2016. http://www.sbsociologia.com.br/revista/index.php/RBS/article/view/169/111

TRIPODI, Z. F.; SOUSA, S. Z. A governança em rede na regulação da educação básica mineira: quem governa o quê? Educação em Revista, v. 32, n.04, p. 297-321, 2016. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982016000400297&lng=pt&tlng=pt

VIEIRA, S. L.; VIDAL, E. M.; FREITAS, P. F.; BATISTA, A. A. G. Reações das políticas educacionais estaduais nas escolas: um estudo de caso em escolas do Ceará, Goiás, Pernambuco e São Paulo. Cadernos Cenpec, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 51-79, jul./dez., 2016. Disponível em: http://cadernos.cenpec. org.br/cadernos/index.php/ cadernos/article/viewFile/360/ 354

DEMAIS PRODUÇÕES

ALVES, F. Políticas educacionais e desempenho escolar nas capitais brasileiras. Cadernos de Pesquisa, v. 38, n. 134, p. 413-440, maio/ago, 2008.

BOTLER, A. M. H. Repercussões das políticas educacionais na organização escolar: o fator tempo entre a autonomia e a regulação. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 31, n. 1, p. 107 - 124 jan./abr. 2015.

COSTA, M.; KOSLINSKI, M. C. Quase-mercado oculto: disputa por escolas "comuns" no Rio de Janeiro. Cadernos de Pesquisa, v.41 n.142 jan./abr. 2011.

DAVIS, T. E. State and Federal Policies for School Facility Construction - A Comparison of Michigan and Ohio. Educational Administration Quarterly, v. 51, n. 1, p. 3-26, 2015).

DOURADO, L. F. Políticas e gestão da educação básica no Brasil: limites e perspectivas. Educação e Sociedade, n.100, v.28, p. 921-946, out. 2007.

ÉRNICA, M.; BATISTA, A. A. G. A escola, a metrópole e a vizinhança vulnerável. Cadernos de Pesquisa, v.42 n.146 p. 640-666 maio/ago. 2012.

FRANÇA, M. Plano Nacional de Educação e o regime de colaboração: os indicadores educacionais e financeiros. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 30, n. 2, p. 417-433 mai./ago. 2014.

HECK, R. H.; CHANG, J. Examining the Timing of Educational Changes Among Elementary Schools After the Implementation of NCLB. Educational Administration Quarterly, v. 53, n. 4, p. 649-694, 2017.

KRAWCZYK, N. R. O PDE: novo modo de regulação estatal? Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 135, p. 797-815,  Dec.  2008.

LIOU, Y. Tied to the Common Core - Exploring the Characteristics of Reform Advice Relationships of Educational Leaders. Educational Administration Quarterly, v. 52, n. 5, p. 793-840, 2016.

MANGIN, M. M. Literacy Coach Role Implementation: How District Context Influences Reform Efforts. Educational Administration Quarterly, v. 45, n. 5, p. 759-792, 2009.

MARQUES, L. R.; ANDRADE, E. F.; AZEVEDO, J. M. Pesquisa em política educacional e discurso: sugestões analíticas. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação. v. 33, n. 1, p. 055 - 071, jan./abr. 2017.

MATSUMURA, L. C.; SARTORIS, M.; BICKEL, D. D.; GARNIER, H. E. Leadership for Literacy Coaching: The Principal’s Role in Launching a New Coaching Program. Educational Administration Quarterly, v. 45, n. 5, p. 655-693, 2009.

MAYER, A. M.; DONALDSON, M.L.; LECHASSEUR, K.; WELTON, A. D.; COBB, C. D. Negotiating Site-Based Management and Expanded Teacher Decision Making - A Case Study of Six Urban Schools. Educational Administration Quarterly, v. 49, n.5, p. 3-51, 2013.

RORRER, A. K; SKRLA, L.; SCHEURICH, J. J. Districts as Institutional Actors in Educational Reform. Educational Administration Quarterly, v. 44, n. 3, p. 307-358, 2008.

SILVA, L. G. A. O Plano de Ações Articuladas e o regime de colaboração: promessas não cumpridas de fortalecimento das relações de colaboração entre os municípios e a união. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 33, n. 2, p. 337 - 354, mai./ago. 2017.

TEMPONI, F. MACHADO, L. Políticas de educação em tempo integral, de intersetorialidade e de desenvolvimento local: um diálogo possível? Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, n.3, v.27, p. 361-588, Set/Dez. 2011.

VIEIRA, S. Políticas e gestão da educação básica: revisitando conceitos simples. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, n.1, v.23, p. 53-69, Jan/Abr. 2007.

NEWSLETTER
  • Branco Facebook Ícone

© 2020 por REIPPE - Rede de Estudos sobre Implementação

de Políticas Públicas Educacionais.Todos os direitos reservados

LINKS ÚTEIS