• Rede Reippe

Política de avaliação da pós-graduação é tema de mais uma dissertação apresentada virtualmente.

Em 24 de abril de 2020 foi publicamente apresentada pela pesquisadora Daiana Rossi a dissertação de mestrado intitulada A política de avaliação da pós-graduação: uma análise da implementação a partir das percepções, práticas e estratégias dos implementadores na UFOP.


A pesquisa, desenvolvida sob a orientação do Prof. Dr. Breynner Ricardo de Oliveira, da Universidade Federal de Ouro Preto (MG) e membro da REIPPE, foi avaliada por uma banca de examinadores presidida pelo orientador e também pela Prof.ª Drª. Regina Célia Linhares Hostins, da Universidade do Vale do Itajaí (SC) e pela Prof.ª Drª. Zara Figueiredo Tripodi, da Universidade Federal de Ouro Preto (MG).


Na pesquisa, de cunho qualitativo, foram realizadas entrevistas com doze participantes com o objetivo de observar e analisar os efeitos percebidos pelos implementadores a respeito da política avaliativa da pós-graduação, além das práticas e estratégias desenvolvidas por eles como respostas às exigências estipuladas pelo sistema avaliativo.


Por implementadores foram compreendidos nesse contexto os coordenadores dos cinco programas analisados, além dos docentes atuantes há mais e menos tempo que aceitaram participar em cada programa analisado, com o objetivo de captar e contrastar as percepções e estratégias em diferentes momentos das carreiras desses sujeitos. Ainda como abordagem metodológica, foi realizada uma imersão nos documentos responsáveis pela normatização do processo avaliativo com vistas a promover uma aproximação entre entrevistadores e entrevistados, além de embasar a pesquisa, norteando os leitores a compreenderem melhor os caminhos percorridos e resultados obtidos.


Dentre os principais achados destacaram-se alguns efeitos como a forte presença de uma cultura produtivista imposta sobre e entre os próprios implementadores, que se desdobram para compatibilizar suas jornadas de trabalho docente às prescrições do sistema avaliativo, além do fato deles passarem a assumir papéis de monitoramento dos próprios colegas.


A partir da principal percepção, ou seja, a necessidade de publicar em um programa de pós-graduação, ocorrem modificações na forma de pensar desses sujeitos, que inclusive passam a reconhecer o significado de produtividade por meio da realização da publicação intelectual. A partir daí, diversas observações são realizadas, tais como a hierarquização do tripé ensino, pesquisa e extensão, sendo a pesquisa supervalorizada nesse contexto, a tendência de homogeneização do perfil profissional do pesquisador em detrimento às atividades docentes e de cunho administrativo, além da sobreposição de funções que tende sobrecarregar esses profissionais, impossibilitando-os de, muitas vezes, se dedicarem às atividades com maior afinidade aos seus perfis profissionais.




8 visualizações
NEWSLETTER
  • Branco Facebook Ícone

© 2020 por REIPPE - Rede de Estudos sobre Implementação

de Políticas Públicas Educacionais.Todos os direitos reservados

LINKS ÚTEIS